Bem-vindo(a) Visitante sair | minha ufmg
SIEX/UFMG
Ações de Extensão
Georreferenciamento
Contato e Suporte
 
       

Projeto - 403965 - A Paleontologia e a Ciência da Terra do MHNJB nas redes sociais

Registro: 403965
Aprovado pelo CENEX em: 17/05/2022
 
Status: Ativo
 
Título: A Paleontologia e a Ciência da Terra do MHNJB nas redes sociais
 
Data de início: 24/08/2020 Previsão de término:
28/02/2023
 
   
 
Data da última aprovação pelo Órgão Competente: 11/03/2022
 
Órgão Competente: Câmara Departamental
 
 
CARACTERIZAÇÃO
 
Ano em que se iniciou a ação: 2020
 
Unidade: Instituto de Geociências
 
Departamento: Departamento de Geologia
 
Programa vinculado: Programa de Educação Ambiental e Patrimonial - MHNJB/UFMG
Principal Área Temática de Extensão: Educação
 
Área Temática de Extensão Afim: NÃO POSSUI
 
Linha de Extensão: Patrimônio Cultural, Histórico e Natural e Imaterial
 
Grande Área do Conhecimento: Ciências Exatas e da Terra
 
Palavras-chave: Educação
Ambiente
Patrimônio
Fósseis
História Natural
Terra
História Geológica
Paleontologia
Geologia
Paleobiogeografia
 
 
DESCRIÇÃO
 
Apresentação e justificativa:
A proposta desta atividade será criar material para a divulgação científica com temas das áreas da geociências e história natural. Serão abordados tópicos das subáreas da paleontologia, geologia, biogeografia e outras áreas afins. A exemplo traremos tópicos com conteúdos sobre as profissões nas áreas de Geociências e História Natural, vulcões, supercontinentes, oxigenação da Terra, evolução dos seres vivos na Terra, escala do tempo geológicos, entre outros. O material de divulgação produzido será apresentado nas plataformas de rede social do Facebook, Twitter e Instagram, onde serão acompanhados a interação perfil e engajamento dos inscritos. Através do uso diversificado de ferramentas, como figuras, textos, vídeos, jogos, chamadas e enquetes, a proposta visa também aproximar o público das áreas de conhecimento com exposições no Museu de História Natural e Jardim Botânico da UFMG (MHNJB). Com isso, pretende-se instigar os inscritos nos canais a visitarem o MHNJB, quando possível.

Essa ação é importante para que o trabalho de popularização da ciência do MHNJB não fique paralisado durante o período de isolamento social devido à pandemia de Covid-19. Tal projeto tem importância especialmente no momento atual que vivemos de distanciamento físico e social, onde a busca por cultura e informação e utilização destes meios em rede tem sido a alternativa.
 
Objetivos gerais:
O objetivo dessa ação é, de certa forma, complementar o papel do Museu de História Natural e Jardim Botânico da UFMG (MHNJB) de difusão do conhecimento histórico e científico, expandindo as possibilidades de contato do público com o acervo e o conteúdo das áreas de geociências e história natural abarcadas pelo MHNJB.

Pretende-se também criar um ambiente convidativo para visitas futuras da população ao MHNJB.
 
Objetivos específicos:
Criar canais de divulgação das ciências naturais em três plataformas distintas (Instagram, Facebook e Twitter), a fim de divulgar o acervo e o material em exposição no Museu de História Natural e Jardim Botânico da UFMG e seu conhecimento associado.

Formação de pessoal na área das geociências e ciências naturais, a partir da vinculação de monitores aos canais específicos.

Difundir os diversos temas da ciências naturais através de postagens semanais relativas ao patrimônio natural e histórico abarcado pelo museu.
 
Metodologia:
Serão criados canais paralelos aos canais oficiais do MHNJB-UFMG nas plataformas Facebook, Twitter e Instagram. Uma dupla de monitores ficará responsável por gerenciar o conteúdo de uma plataforma, fazendo posts semanais no feed de notícias e de uma a cinco interações com o público nos stories, quando houver esta opção.

No feed de fotos do perfil no Instagram, preferencialmente serão efetuadas postagens com fotos e pequenos textos. Esses posts teriam como principal foco as imagens chamativas, tendo como legenda textos breves explicando os principais fatos de cada tema exposto. Em relação aos stories a serem publicados, estes serão destinados às enquetes, caixas de perguntas e testes, ferramentas muito úteis para se promover a interação com os seguidores da página e muito utilizada no Instagram. Nos destaques de stories do perfil, serão postados os resultados dessas atividades para que todos possam consultar, além das informações consideradas mais importantes ou essenciais. O tema das atividades será variado, envolvendo tanto o acervo do museu quanto conhecimento de Geociências e História Natural. Será utilizado também o recurso de criação de hashtags específicas para o projeto. Por fim, na descrição de perfil da página, serão adicionados os links de acesso para os outros canais do projeto.

Para o desenvolvimento dessa ação no Twitter, primeiramente será feita uma curadoria de informações sobre os assuntos que serão abordados. Serão utilizados recursos digitais de edição de textos e imagens para criar publicações, além dos próprios recursos oferecidos pelo Twitter, como a criação de enquetes.

As postagens para o Facebook trarão uma imagem contendo uma ou duas frases curtas e chamativas, além de um texto informativo, explicando mais detalhadamente o tema, de forma descontraída e didática. Imagens com direitos livres para uso serão editadas com aplicativos gratuitos de design, tal como GIMP e Inkscape. Por fim, também serão produzidos conteúdos de chamada para as postagens, utilizando a ferramenta stories contida no Facebook. Serão publicados vídeos ou imagens, ambos com intuito de promover maior interação, atraindo o público.
 
Forma de avaliação da ação de Extensão:
Pelo Instagram, será feito um acompanhamento semanal do número de seguidores, assim como a média de curtidas por postagem e também o número médio de impressões feitas.

No Twitter, após cada publicação, serão observados e acompanhados o alcance e a interação do público com a rede.

As métricas do canal serão acompanhadas e registradas através de cada post individual, onde se pode extrair informações como “alcance médio”, “média de engajamento e impressões”, entre outros.
 
Site: -
 
Origem do público-alvo: Interno e Externo
 
Caracterização do público-alvo:
Adolescentes a adultos com afinidades às áreas científicas relacionadas às ciências naturais e da Terra, ou seja que tenham curiosidade sobre o funcionamento e história da Terra. Para público da língua portuguesa com acesso à internet e que façam uso de redes sociais.
 
Captação por edital de fomento: Não
 
Articulado com política pública: Não
 
 
ESTUDANTES MEMBROS DA EQUIPE
 
Plano de atividades:
Prevemos a alocação de seis estudantes para ficarem a cargo das publicações em três diferentes plataformas, sendo que cada dupla de estudantes assumiriam uma plataforma.

No primeiro semestre os estudantes irão elaborar o cronograma de publicações para o segundo semestre e preparar o material de apoio sobre os conteúdos a partir de fontes como livros e artigos sobre cada um dos temas propostos no cronograma.

No segundo semestre serão criados os canais e cada estudante ficará responsável pela publicação de pelo menos um post semanal. Sendo assim, prevemos dois posts publicados por semana em cada um dos canais, iniciando em agosto de 2020, até dezembro de 2020.

Os próprios estudantes farão o levantamento das métricas de cada canal, semanalmente, para trazerem para as reuniões e discutirmos o acompanhamento das postagens.

A finalização deste planejamento anual se dará pela confecção do relatório final apontando os resultados atingidos a partir dos processos de avaliação propostos.
 
Plano de acompanhamento e orientação:
A orientação pelos professores supervisores se dará através de reuniões e trocas de mensagens por meios eletrônicos, como WhatsApp e e-mail, com frequência mínima semanal.

Entregar relatório semestral para a coordenação do Setor Educativo do Museu.

Assiduidade nos encontros semanais de formação organizados pelo Setor Educativo.
 
Processo de avaliação:
Participação e apresentação deste projeto no Encontro de Extensão da Semana do Conhecimento da UFMG. O resumo corresponde a 40% e a apresentação oral corresponde a 60% da nota final. Os projetos selecionados nas unidades acadêmicas serão premiados com Relevância Acadêmica. Além disso, a Câmara de Extensão escolherá 16 (dezesseis) trabalhos, dentre os premiados nas unidades, que receberão o prêmio Destaque de Extensão durante a cerimônia de encerramento da Semana do Conhecimento.
Além disso, o(a) bolsista deve participar da avaliação semestral realizada pelo Setor Educativo sobre o desenvolvimento das atividades de atendimento ao público no MHNJB.
 
 
INFORMAÇÕES ESPECÍFICAS
 
Infra-estrutura física:
Ambiente interno particular com acesso a computador e internet para elaboração do material de apoio, postagens e também para reuniões remotas, considerando o estado atual de isolamento social no qual vivemos.
Vínculo com Ensino: Não
Vínculo com Pesquisa: Não
Público estimado: 1.500
 
 
INFORMAÇÕES ADICIONAIS
 
Informações adicionais:
Considerando o retorno presencial gradativo das ações do MHNJB, optamos por manter o projeto, porém com um enfoque levemente diferente. Manteremos as três plataformas (Instagram, Twitter e Facebook), mas direcionaremos a eles postagens relacionadas ao dia-a-dia das ações dos monitores de Paleontologia e de Ciências da Terra no MHNJB. A intenção será ampliar o alcance do museu, atingindo também quem se encontra distante fisicamente do mesmo, além de instigar aqueles que nos acompanham nas redes a visitar presencialmente o museu.
 

   

Av. Antônio Carlos, 6627 - Campus Pampulha - Prédio da Reitoria, 6º andar - Belo Horizonte - MG
Fones: (31) 3409-4062 Fax: (31) 3409-4068 - E-mail: siex@proex.ufmg.br