Bem-vindo(a) Visitante sair | minha ufmg
SIEX/UFMG
Ações de Extensão
Georreferenciamento
Contato e Suporte
 
       

Projeto - 401843 - Musicoterapia na Casa do Ancião da Cidade Ozanam-Sociedade São Vicente de Paulo: Uma Parceria da Escola de Música da UFMG

Registro: 401843
Aprovado pelo CENEX em: 07/07/2016
 
Status: Desatualizado
 
Título: Musicoterapia na Casa do Ancião da Cidade Ozanam-Sociedade São Vicente de Paulo: Uma Parceria da Escola de Música da UFMG
 
Data de início: 07/10/2011 Previsão de término:
31/12/2017
 
   
 
Data da última aprovação pelo Órgão Competente: 04/10/2013
 
Órgão Competente: Câmara Departamental
 
 
CARACTERIZAÇÃO
 
Ano em que se iniciou a ação: 2011
 
Unidade: Escola de Música
 
Departamento: Departamento de Instrumento e Canto
 
Programa vinculado: SEM VÍNCULO
Principal Área Temática de Extensão: Saúde
 
Área Temática de Extensão Afim: NÃO POSSUI
 
Linha de Extensão: Terceira Idade
 
Grande Área do Conhecimento: Lingüistica, Letras e Artes
 
Palavras-chave: musicoterapia, idosos, prevenção, cuidados paliativos, atendimento institucional, terceira idade
 
 
DESCRIÇÃO
 
Apresentação e justificativa:
A musicoterapia no atendimento ao idoso tem como princípio básico a comunicação com os aspectos saudáveis da pessoa, visando minimizar suas deficiências. O atendimento busca ser o mais holístico possível e está baseado naquelas habilidades do paciente que perduram e suas necessidades futuras. Técnicas musicoterapêuticas são selecionadas propiciando facilitar o funcionamento do paciente a seu nível máximo, ativando os domínios afetivos e cognitivos num ambiente descontraído, não necessariamente verbal, aumentando o seu estado de alerta e auto-estima. O atendimento pode ser individual ou em grupo e inclui uma orientação ou participação dos responsáveis pelos pacientes.
 
Objetivos gerais:
Este projeto objetiva estabelecer um programa de atendimento de Musicoterapia do Curso de Graduação em
Música - Habilitação em Musicoterapia da UFMG, aos idosos da Casa do Ancião, Cidade Ozanam - Sociedade São Vicente de Paulo. Trata-se de um projeto de ensino e pesquisa. Participam desse projeto os alunos das disciplinas,
Clínica de Musicoterapia A e B e Estágios em Musicoterapia I e II.
 
Objetivos específicos:
- Preservar a qualidade de vida do idoso; integrado a essa qualidade de vida está o objetivo de manter a dignidade da pessoa, criando oportunidades de socialização e criatividade, diminuindo a sensação de isolamento.

- Remotivar o paciente, facilitando a integração, comunicação e manejamento dos diferentes aspectos da saúde do paciente.
 
Metodologia:
O atendimento pode ser individual, nos casos terminais e em grupo nos casos onde o paciente apresentam mais independência ambolatorial. O projeto inclui, portanto, tres tipos atendimentos: (1) atendimentos paliativos nas enfermarias a paciente terminais; (2) atendimento de grupo a paciente ambulatoriais portadores de Parkinson, AVE, Alzheimer e outras patologias; (3) atendimento preventivo na forma de canto terapêutico. Três atendimentos semanais de tres horas cada são realizados. Participam desse projeto os alunos das disciplinas Clínica de Musicoterapia A e B e Estágios em Musicoterapia I e II do Curso de Graduação em Música - Habilitação em Musicoterapia. A instituição é residencial e atende a mais de uma centena de pacientes de Minas Gerais e outros Estados vizinhos. Sao avaliadas em cada atendimento as respostas, cognitivas, de motricidade, humor e sociabilidade e é realizada uma observação sistemática interdisciplinar do estado geral de saúde do paciente. Cada sessão é previamente planejada e inclui: abertura da sessão; atividade corporal e instrumental; preferências musicais; vocalização livre ou específica; fechamento da sessão. Cada atividade é estruturada visando rotina, familiaridade, predictabilidade e simplicidade. A avaliação do nível de dificuldade cognitiva e física na execução em instrumentos musicais são fatores primordiais.
 
Forma de avaliação da ação de Extensão:
São apresentados mensalmente à equipe médica e terapeutica os resultados obtidos para discussão dos casos atendidos. A cada semestre, é apresentada à direção da instituição o relatório de cada um dos atendimentos realizados durante o semestre. Os resultados do atendimento a cada paciente são colhidos sistematicamente e computados no final de cada semestre.
 
Site: www.cidadeozanam.org.br
 
Origem do público-alvo: Externo
 
Caracterização do público-alvo:
A Casa do Ancião abriga mais de 100 idosos entre eles pacientes terminais, portadores de patologias de origem neurológica, demências e saúde mental. Estes atendimentos ocorrem nas Enfermarias B, 2 e 3, que contêm uma média de 15 leitos cada. O projeto atende também pacientes ambulatoriais, portadores de AVE, Parkinsons e Alzheimer em atendimentos de grupo que ocorrem na sala de reuniões da instituição.
 
Captação por edital de fomento: Não
 
Articulado com política pública: Não
 
 
ESTUDANTES MEMBROS DA EQUIPE
 
Plano de atividades:
Três atendimentos semanais de tres horas cada durante todo o ano de 2013, 2014 e 2015 de 3 tipos distintos: (1) atendimento paliativo nas enfermarias; (2) atendimento preventivo na terapia de grupo; (3) atendimento na forma de terapia de grupo de canto.
 
Plano de acompanhamento e orientação:
Orientação dos 15 alunos dos Sétimo e Oitavo Períodos do Curso Bacharelado em Música - Habilitaçao Musicoterapia matriculados nas Disciplina Clínica de Musicoterapia A e B e Estagio em Musicoterapia I e II. Todos os atendimentos são de três horas de duração: meia hora de planejamento; duas horas de atendimento a cada grupo de pacientes; meia hora de discussão após as sessões. Cada 2 pacientes são acompanhados por um aluno (estudo de protocolo e acompanhamento sistemático das sessões). Os resultados obtidos são apresentados a cada mês e no final de cada semestre.
 
Processo de avaliação:
O aluno da Musicoterapia Clinica A ou B é avaliado em cada atendimento. Seu desempenho musical e como terapeuta são os critérios adotados. A apresentação para a equipe da instituição e o relatório com os resultados obtidos no semestre são avaliados. O aluno no Estágio é avaliado pela coordenadora do projeto e por um profissional da instituição. A apresentação para a equipe da instituição e o relatório com os resultados obtidos no semestre são também avaliados.
 
 
INFORMAÇÕES ESPECÍFICAS
 
Infra-estrutura física:
Os atendimentos ocorrem nas Enfermarias B, 2 e 3, que contêm uma média de 15 leitos cada. Os atendimentos de grupo ocorrem na sala de reuniões da instituição. São utilizados instrumentos musicais e outros equipamentos de áudio, sendo alguns da Escola de Música da UFMG e outras da instituição. Ocasionalmente, são também utilizados instrumentos musicais dos alunos.
Vínculo com Ensino: Sim
Vínculo com Pesquisa: Sim
Público estimado: 120
 
 
INFORMAÇÕES ADICIONAIS
 
Informações adicionais:
O atendimento de musicoterapia nessa instituiçao vem sendo realizado desde agosto de 2011. Todos os resultados obtidos foram computados e relatados à direçao da instituiçao. O trabalho realizado foi tambem publicado no XVIII Congresso Brasileiro de Geriatria e Gerontologia, 22-25 Maio de 2012. Nesse ano de 2015 sera estabelecido um Convenio entre essas duas instituiçoes com o objetivo de facilitar e formalizar os atendimentos clinicos e principalmente a dos estagios I e II em musicoterapia . Serao favorecidos os pacientes ambulatoriais e os das enfermarias no Paliativo.
 

   

Av. Antônio Carlos, 6627 - Campus Pampulha - Prédio da Reitoria, 6º andar - Belo Horizonte - MG
Fones: (31) 3409-4062 Fax: (31) 3409-4068 - E-mail: siex@proex.ufmg.br